Artrose do Quadril



O quadril é a articulação que liga o osso da coxa (fêmur) ao osso da bacia (pélvis), permitindo os movimentos dos membros inferiores.


No quadril normal a cabeça do fêmur e a pélvis são cobertos por uma cartilagem macia que permite o fácil deslizamento da cabeça do fêmur dentro da cavidade (acetábulo). Uma articulação, normal deve possibilitar os movimentos do quadril em várias direções, ser estável e indolor.

Existe uma serie de condições que causam doenças na articulação do quadril. Em quase todos os casos a cartilagem articular está afetada e muitas vezes ausente (quadro conhecido como “desgaste do quadril”).

Nesta situação o osso do fêmur começa a raspar no osso da bacia, em vez de estar separado pela cartilagem articular. Esse contato dos ossos produz dor e pode às vezes ser sentido pelo paciente, como se alguma coisa estivesse raspando dentro de seu quadril.


Por vezes pode-se até‚ ouvir um estalido no lugar. A medida que a doença se agrava, os movimentos do quadril podem tornar-se mais limitados, e surgem dificuldades para andar e exercer algumas atividades do dia a dia.


Artrose


A mais comum das doenças que causam dor no quadril é a artrose da articulação coxofemoral ou Coxartrose, que é resultado do desgaste da cartilagem do quadril. A artrose pode ser causada por traumatismos antigos, por alterações congênitas, por doenças da infância e da adolescência que tenham afetado o quadril ou pelo desgaste natural da cartilagem causado pelo envelhecimento.


A dor provocada pelos problemas de quadril geralmente é sentida na virilha, correndo pela coxa até‚ o joelho. Por vezes essa dor no joelho é tão intensa que o paciente, e eventualmente também o médico, acredita que o problema esteja no joelho e não no quadril. Dores na coluna também às vezes são confundidas com dores no quadril.


Tratamento


Nas fases iniciais, o tratamento objetiva o alívio dos sintomas e mudanças nos hábitos de vida, prescrevendo-se medicações analgésicas; controle do peso corporal e estímulo às atividades físicas para preservar a função remanescente da articulação. O uso de condroprotetores é opção promissora no controle evolutivo da doença. O procedimento cirúrgico mais frequentemente realizado é a artroplastia total de quadril (prótese), sendo indicada para casos mais avançados, nos quais não se conseguiu obter bons resultados com o tratamento conservador.


Artroplastia Total de Quadril

É uma cirurgia que substitui a cartilagem e os ossos afetados por uma articulação artificial (prótese), composta por uma superfície plástica acoplada ao osso do quadril e por uma estrutura de metal inserida na parte superior do osso da coxa (cabeça do fêmur).

Quando se submeter a uma cirurgia?

O principal objetivo dessa cirurgia é diminuir a dor da articulação e a incapacidade de realizar movimentos que, normalmente, decorrem da Artrose ou Artrite, mas também podem ser causados por quedas que levem a Fraturas de Quadril.

Quando a dor é muito severa, o indivíduo evita usar a articulação, causando assim, a atrofia dos músculos que a movimentam.

Fonte: Sociedade Brasileira de Quadril


37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo