Artrose do Joelho | Gonartrose

Atualizado: 29 de Mai de 2018


A artrose é um processo de desgaste da cartilagem do joelho que ocorre naturalmente com o envelhecimento ou, secundariamente, devido a sobrecarga de peso, desvio no eixo do joelho ou lesões traumáticas. Trata-se de um problema de saúde e bem estar geral devido à grande repercussão na falta de mobilidade e funcionalidade que acomete o paciente.


Quais os sintomas relacionados à artrose do joelho?


• Inchaço do joelho;

• Dor no joelho de caráter mecânico, isto é, relacionada com o movimento;

• Rigidez ao iniciar os movimentos;

• Claudicação do membro, por defesa à dor, o doente tem dificuldade em fazer apoio sobre o joelho, obrigando-o a “mancar” e usar apoios externos de muletas.



Artrose no joelho tem cura?


Não, as lesões são irreversíveis, porém o tratamento adequado pode minimizar os sintomas e retardar sua progressão.


Quais os tratamentos disponíveis atualmente?


A abordagem terapêutica da artrose da articulação do joelho deve ser individualizada, sendo possível a aplicação de medidas conservadoras ou cirúrgicas.


O objetivo do tratamento é a melhora da dor e restabelecimento da mobilidade do joelho.


Uma primeira abordagem do doente com artrose nos joelhos passará sempre por controlar os fatores causadores. A perda de peso é primordial considerando que cada quilo que o doente consegue reduzir de seu peso corporal, equivale a uma redução de quase quatro vezes a carga transmitida a cada joelho.


Exercício físico


O exercício físico em geral, como fazer caminhadas ou passear de bicicleta, pode dar uma ajuda no processo de emagrecimento e controle da doença, pois ajudam a fortalecer os músculos, aumentam a massa óssea e reduzem a dor.


Existem exercícios resistidos específicos indicados para a artrose no joelho, que ajudam a manter a funcionalidade articular. Baseiam-se no reforço do quadríceps e musculatura da região posterior da coxa, realizados 2 a 3 vezes por semana e com uma intensidade adaptada às limitações do paciente. Na fase aguda este reforço poderá ser feito através de exercícios isométricos, muitas vezes utilizados nas aulas de Pilates.


Todos os exercícios que envolvam muito impacto no solo ou contato violento, terão de ser evitados pois poderão agravar a doença ou antecipar a necessidade de cirurgia.


Fisioterapia

A fisioterapia, pode complementar estes exercícios para a artrose do joelho, com outros tratamentos fisioterapêuticos como ionizações, eletroestimulação e hidroterapia, que se têm mostrado muito úteis no controle da gonartrose.


Viscossuplementação (Ácido hialurônico)


A injeção intra-articular de ácido hialurónico no joelho com artrose, em fases não muito avançadas da doença, tem resultados comprovados pela literatura, habitualmente por períodos limitados de tempo, embora seja sempre possível a repetição do tratamento após alguns meses.


Tratamento cirúrgico


As abordagens cirúrgicas da artrose do joelho consistem em realinhamentos do eixo dos membros inferiores para correção da descarga de peso (osteotomias) ou, em último caso, a substituição da articulação por prótese metálica (artroplastias). Alguns cirurgiões indicam artroscopias para limpeza (toalete cirúrgico) visando adiar um procedimento maior, sendo uma opção em casos selecionados.

101 visualizações0 comentário